sábado, 13 de julho de 2013

MEIA MARATONA DE SÃO JOÃO DAS LAMPAS – UMA PROVA COM ALMA E CORAÇÃO

Na página desta prova está escrito: Uma prova que caminha para as quatro décadas de existência não pode ser feita sem alma e coração, venha sentir porque a todos os anos tantos corredores regressam!
Aqui no Último Quilómetro subscrevemos, plenamente, essas palavras por serem a mais pura das verdades.

Por isso a 7 de Setembro todos a São João das Lampas e tragam outro amigo também!

12 comentários:

  1. Muito obrigado, amigo Jorge. Olhe que, mesmo proibido pelo médico, gostava de o ver por cá. Como dizia o outro: "Se não puderes correr caminha..."~
    Grande abraço, Jorge e oxalá a coisa melhore.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado amigo Fernando Andrade!
    Mas ainda não estou proibido pelo médico (para já era preciso consegui ter uma consulta o que não é nada fácil)!
    Não sei o que diria o médico quando visse o "empeno" deste esqueleto mas continuo a correr só que com muita calma, "preso por arames" e sem pedalada para as Lampas!
    Mas se a logística me permitir terei todo o gosto em ir assistir à prova só que não é fácil para quem mora longe e está desempregado como é o meu caso.
    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  3. A "Pikena" poderia deixar lá de ir!
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  4. Vou já tratar da inscrição.
    Vai ser a minha estreia.

    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho a certeza que vai ficar "cliente"!
      Um abraço.

      Eliminar
  5. Vou-me estrear na Meia das Lampas e "levo outros amigos também". :)
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que seja a primeira de muitas participações!
      Um abraço.

      Eliminar
  6. Infelizmente a data calhou mal e não posso ir por estar ausente, o que para mim é uma dor pois esta prova é ESPECIAL!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fica para o ano mas é uma pena pois era um excelente teste para a maratona!
      Abraço.

      Eliminar
  7. Já me inscrevi!
    Ou acabo a correr, ou a andar... o que não quero é faltar!

    ResponderEliminar