segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

A ESCOLHA DO CARLOS CARDOSO


Pedimos ao Carlos Cardoso para escolher o texto que mais gostou dos que aqui foram publicados.
Hoje além de revelarmos a escolha do Carlos aproveitamos para desafiar os nossos amigos leitores a também fazerem a vossa escolha quando ao texto que mais vós tocou. Podem enviar a vossa escolha para: teixeirajb@gmail.com. Prometemos que as iremos aqui divulgar.

A Escolha do Carlos:

MADRUGADA A CORRER NUM MAR DE SENTIMENTOS!

“Quando vi o anúncio da prova Madrugada a Correr fez-se um “clique” no cérebro!
Confesso que correr àquela hora e ver o sol nascer não é nenhuma novidade para mim pois socorro-me de horas bem madrugadoras para fugir ao calor aqui em treinos pela Lezíria Ribatejana! O percurso entre o Estádio Nacional e a Rotunda de Algés também não é algo que se me afigure atractivo e a distância de 7 km então é uma “desgraça” para quem não gosta de provas de 10 km e só começa a sentir que vale a pena fazer uma prova a partir dos 15 km!”

O restante do texto pode ser lido; ou relido, clicando aqui.

domingo, 3 de fevereiro de 2019

FORÇA EGAS!

Este blogue é um projecto pensado, e trabalhado, a dois.
Eu sou, digamos assim, a parte mais visível desta “casa”, mas sem o Egas nunca este projecto teria ido para a frente.
O Egas, para além dos excelentes textos que tem publicado e da magnífica cobertura fotográfica de várias provas, é aquele elemento que está na retaguarda a zelar pela qualidade de tudo o aqui é publicado.
Todos os textos aqui publicados têm passado pela revisão técnica do Egas, não apenas no que toca à gramática, erros e gralhas como também ao sentido estético dos textos e o valor dos mesmos.
Muito do aqui se publica passa por uma troca de ideias entre mim e o Egas.
Infelizmente, o Egas está doente, com uma situação clínica algo complicada, e não temos podido contar com a sua preciosa colaboração.
Sem o Egas, e por mais que nos esforcemos, este blogue não é a mesma coisa.
Muito para além do trabalho visível que se traduz no que ele aqui publica, faz-nos uma tremenda falta todo o trabalho de retaguarda que vai desde a parte técnica e estética da correcção dos textos até toda uma troca de ideias que muito ajuda este blogue a funcionar.
Nós próprios, sem um convívio dito “normal” com o Egas, sentimo-nos muito menos criativos e predispostos a trabalhar neste blogue.
Mas como aqui ninguém se rende, ninguém desiste, continuamos a batalha de manter este blogue vivo, actuante e acutilante. Nesse sentido reforçamos a redacção com um novo elemento para a revisão técnica dos textos.
Restas-nos a nós e a todos os amigos daquele ser justo, fraterno e solidário, desejar-lhe rápidas melhoras e ter toda a esperança que, mais tarde ou mais cedo, ele volte ao convívio normal com todos aqueles que têm a sorte e o privilégio de ser seus amigos. O Egas já venceu muitas “guerras” nos seus quase 81 anos (serão feitos no próximo dia 8 de Fevereiro) e vai vencer mais esta!
Força Egas!
Jorge Branco
Nota: Os leitores desde blogue que queiram deixar um abraço solidário ao Egas podem fazê-lo através de um comentário a este texto. Faremos chegar todas as vossas palavras ao Egas. Gratos.