domingo, 17 de março de 2019

sexta-feira, 8 de março de 2019

ATÉ SEMPRE JOAQUIM BRANCO


Joaquim Branco deixou-nos para sempre hoje dia 8 de Março.
Ficou mais pobre o atletismo em Portugal e todos aqueles que tiveram o privilegiam de se cruzar com este grande campeão e ser humano excepcional.
Quem quiser saber mais sobre o Joaquim Branco e a grande importância que ele teve na nossa formação como corredores pode ler aqui um texto escrito pelo Egas Branco.
Até sempre amigo.




quarta-feira, 6 de março de 2019

terça-feira, 5 de março de 2019

UM OLHAR DE FOTÓGRAFO CORREDOR!


Hoje vamos repetir aqui a publicação daquela que achamos a mais bela foto que já passou por esta casa.
O autor da foto em causa é o Egas Branco, maratonista, pioneiro da ultra maratona em Portugal, fotógrafo e cronista aqui da nossa redacção, entre muitas outras tarefas.
Como sabem o Egas está doente, com problemas de saúde graves, e esta é também mais uma homenagem àquele sem o qual este blogue não existiria.
Força Egas e um grande abraço.


domingo, 24 de fevereiro de 2019

VELHOS TEMPOS

Mais uma voltinha a lembrar os velhos tempos quando se andava muito por essas paragem até porque a melhor solução para ir ao multibanco implicava uma viagem ao Cartaxo de bicicleta!

Chafariz Setil 

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

A ESCOLHA DO CARLOS CARDOSO


Pedimos ao Carlos Cardoso para escolher o texto que mais gostou dos que aqui foram publicados.
Hoje além de revelarmos a escolha do Carlos aproveitamos para desafiar os nossos amigos leitores a também fazerem a vossa escolha quando ao texto que mais vós tocou. Podem enviar a vossa escolha para: teixeirajb@gmail.com. Prometemos que as iremos aqui divulgar.

A Escolha do Carlos:

MADRUGADA A CORRER NUM MAR DE SENTIMENTOS!

“Quando vi o anúncio da prova Madrugada a Correr fez-se um “clique” no cérebro!
Confesso que correr àquela hora e ver o sol nascer não é nenhuma novidade para mim pois socorro-me de horas bem madrugadoras para fugir ao calor aqui em treinos pela Lezíria Ribatejana! O percurso entre o Estádio Nacional e a Rotunda de Algés também não é algo que se me afigure atractivo e a distância de 7 km então é uma “desgraça” para quem não gosta de provas de 10 km e só começa a sentir que vale a pena fazer uma prova a partir dos 15 km!”

O restante do texto pode ser lido; ou relido, clicando aqui.