domingo, 18 de dezembro de 2011

MAGIA NO GRANDE PRÉMIO DE NATAL

Quando a magia da corrida cruza com a arte e o saber de um bom fotógrafo, o resultado são as imagens aqui publicadas.
Nestas fotos trespassa toda a urbanidade e encanto que é ter as ruas de uma cidade por nossa conta para corrermos livremente.
São fotos que poderiam ter sido obtidas numa prova em qualquer grande capital por esse mundo fora. Mas a total ausência de público tem a, triste e única, marca da nossa cidade de Lisboa.
Corredores num ambiente quase surreal captados pela objectiva da Mafalda Lima em plena Avenida Fontes Pereira de Melo no decorrer do Grande Prémio de Natal.

5 comentários:

  1. Como diz o nosso Povo, uma ou várias imagens valem mais que um discurso. Boa reportagem e texto condizente, de um sabor amargo mas de realidade verdadeira. Grato aos dois pelos trabalhos que tem produzido e continuarão a laborar para que o Último Km seja uma constante na nossa mente.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Jorge, é verdade, a primeira vez que vi fotos destes prédios foi num blogue estrangeiro, quando um dia passei ali e vi os prédios fiquei pasmada, nunca podia imaginar que estavam na minha nossa Lisboa...
    Boa reportagem e que maravilha de prova, adoro correr em Lisboa, sem transito e deserta.
    Beijinho feliz Natal para si e para os seus. eugénia e Joséf

    ResponderEliminar
  3. Olá Jorge Branco;

    Pois quando não existem recursos para reconstruir, prédios daquela qualidade arqutetónica, o melhor é mesmo ter alguma criatividade e dar-lhe alguma "alegria". É uma pena termos prédios abandonados numa das mais belas cidades do mundo.Sempre lamento isto!!!
    mas também lamento que o público não apareça a acarinhar atletas nas provas de atletismo.
    Como sempre digo, necessitamos de outras políticas desportivas e sociais, para mudar as mentalidades.

    BOM NATAL e PRÓSPERO ANO 2012.
    dos Xavier's

    ResponderEliminar
  4. Quando as vi fiquei com a ideia que eram imagens projectadas no prédio.
    A fotógrafa teve bom gosto para escolher essa zona para poder tirar essas excelentes fotos.

    ResponderEliminar
  5. Uma "paisagem" familiar por onde passo quase todos os dias... mas sem os corredores!

    Várias vezes pensei que é uma pena não arranjarem os prédios, mas nesta visão fotográfica tudo é mais realçado e até parece diferente...


    Parabéns à Mafalda!

    ResponderEliminar