sexta-feira, 22 de abril de 2011

25 DE ABRIL SEMPRE!

Impossível deixar passar em branco essa data maior da nossa história que foi o 25 de Abril de 1974.
Para além de tudo o que de bom nos trouxe o 25 de Abril com o fim da longa ditadura fascista de 48 anos, no que concerne à Corrida a Pé, foi o 25 de Abril que fez sair o atletismo das pistas e invadir as ruas, com a massificação da corrida para todos.
Hoje, nestes tempos cinzentos, em que muito dos ideais de Abril foram espezinhados, em que sopram fortes ventos do 24 de Abril, em que somos vítimas de ingerências externas sobre a falsa capa de uma pretensa ajuda, em que Portugal é novamente um país triste, cinzento e empobrecido, nós no Último Quilómetro queremos saudar os ideais de Abril, os ideais da fraternidade e igualdade, de um mundo mais justo.
O Último Quilómetro é um blogue apartidário mas não é um blogue apolítico, porque isso é impossível.
Aqui no Último Quilómetro temos ideias e convicções e acreditamos que vale a pena lutar por elas.
Por isso aqui deixamos, novamente, um pequeno vídeo dessa equipe de corredores que dá pelo nome de Zatopeques.
Trata-se da chegada numa Corrida da Liberdade, em 2009 ao Largo do Carmo.
Pedimos desculpa pela repetição do vídeo, mas ele já é um ícone incontornável de uma das mais belas chegadas da Corrida da Liberdade e um símbolo da fraternidade desportiva, um símbolo de Abril.
25 DE ABRIL SEMPRE.
Os bloggers
Jorge Branco
Egas Branco





video

1 comentário:

  1. Aplaudindo de pé o texto, aproveito para fazer apenas um pequeno acrescento ao video dos Zatopeques. É que eles nesta Corrida da Liberdade, ano após ano, vão sempre em grupo e sempre a cantar temas relativos ao Emil Zatopek e em cada pedaço acabam com o grito de "25 de Abril sempre" que se ouve no video.
    São já uma imagem incontornável desta corrida.

    ResponderEliminar